quinta-feira, dezembro 30, 2010

MMs :) Guerreiras da Luz

Este ano, tive o grande privilégio de conhecer 3 Seres de Luz... e de ganhar a sua amizade e o texto que se segue é para elas... Bem hajam !!! :)

O nosso caminho é feito

Pelos nossos próprios passos...

Mas a beleza da caminhada...

Depende dos que vão connosco!

Assim, neste NOVO ANO que se inicia

Possamos caminhar mais e mais juntos...

PORQUE:

Temos muito para fazer…

Temos muita luz/sabedoria/ensinamentos para ir buscar…

Temos um longo e em conjunto, caminho de aprendizagem…

Temos de ser felizes…

Para conseguirmos um mundo melhor, cheio de PAZ,

LUZ, SAÚDE, COMPREENSÃO e AMOR INCONDICIONAL….

E neste ciclo do "ir" e "vir"

O tempo passa... e como passa!

A vida é um instante…um momento…

Os anos se esvaem...

E nem sempre estamos atentos ao que

Realmente importa…

Devemos deixar a vida fluir…e perceber o que é realmente importante…

O que realmente nos faz feliz…e apostar nisso… com todas as nossas forças…

Que o ANO NOVO nos renove as nossas esperanças, e

Que nos traga só coisas boas e positivas…

UM ANO DE 2011 CHEIO DE LUZ…

PQ NÓS MERECEMOS!!!

quarta-feira, dezembro 29, 2010

Anjo da Guarda...

Cada um de nós, tem o seu "Anjo da Guarda" que nos ajuda a caminhar pela vida, basta chamá-lo e ele virá à sua beira... e irá ajudá-lo...guia-lo basta acreditar e ter fé que eles existem ... que não são fruto da imaginação...eu acredito... :)

Anjos da Guarda

"Os Anjos da Guarda protegem não apenas as pessoas mas também nações, cidades, igrejas e organizações. Os Anjos da Guarda das nações são conhecidos como Etnarcos.

O conceito de Anjo da Guarda existe em muitas religiões e culturas e vem do tempo dos babilónios. Os assírios chamavam—lhes Keribu (da qual derivou a palavra Querubim) e guardavam os portões dos seus templos e palácios. Por outro lado, os romanos acreditavam que os homens e as crianças eram protegidos por espíritos chamados Génios e as mulheres por outros chamados Juno, certamente por associação com a irascível mulher do deus Júpiter. Os muçulmanos crêem nos guardiães da humanidade chamados Malaika e nos espíritos conhecidos como Jafaza, que protegem os seres humanos contra os génios do mal. Os japoneses acreditam em espíritos guardiães chamados Kami. O índio americano também crê nos Anjos da Guarda, e que estes permanecem com eles durante toda a vida.

No momento do nascimento de cada ser humano, é—lhe atribuído um Anjo da Guarda. A Igreja Católica ensinava que as crianças tinham dois Anjos da Guarda, um bom e outro mau, e que cada um se senta num dos ombros da criança e tenta influenciar as suas acções.

O Anjo da Guarda guia o ser humano ao longo da vida, mas não interfere na sua liberdade de acção nem com a sua vontade, pois Deus criou o ser humano com livre arbítrio para ele escolher o caminho que quer seguir. Deus fê—lo porque quer que cada pessoa chegue a Ele por sua própria escolha e não porque Deus a obriga.

Os Anjos da Guarda pertencem ao Nono Coro, que é o Coro dos Anjos, e usam uma grande variedade de métodos para contactar a pessoa a quem foram atribuídos. Entre estes métodos contam—se a intuição, os sonhos, a telepatia, o pensamento e aquela vozinha interior que às vezes nos indica o caminho a seguir e que nunca se engana. Às vezes, utilizam outras pessoas para enviar as suas mensagens e podem manipular as circunstâncias da vida diária para apoiar o ser humano em situações difíceis. Outras vezes, adquirem forma de pessoa, animal ou, manifestam—se simplesmente com a aparência que a tradição religiosa lhes atribuiu: um ser de luz deslumbrante, vestido de branco, com asas fulgurantes como a neve.

Os anjos, tal como as estrelas, "aconselham, mas não obrigam". É o ser humano quem deve tomar as suas próprias decisões, mas se escutar diligentemente a voz da sua consciência, por trás dessa voz estará a escutar o seu Anjo da Guarda. O destino ou missão de cada pessoa sobre a terra também não pode ser alterado pelo Anjo da Guarda, e é por isso que às vezes vemos crianças pequenas morrer com tenra idade. As várias tradições místicas concordam em que nestes casos, o espírito vinha à terra por pouco tempo. Quando uma pessoa boa, que se rege pelas leis divinas, tem experiências trágicas ou tristes ao longo da sua vida, isso é considerado parte do destino da pessoa, conhecido pelo Budismo como Karma.

O Anjo da Guarda cuida de nós e guia—nos, mas isto sempre dentro das leis que regem o destino da pessoa e da vontades desta. Por outro lado, quando uma pessoa se afasta das leis divinas, o Anjo distancia—se dela e não pode ajudá—la. Devido às grandes energias negativas acumuladas sobre o planeta, emitidas pelo desequilíbrio da criação original, o ser humano às vezes é rodeado de forças destrutivas que ameaçam destrui—lo. Isto também isola o Anjo da Guarda da pessoa. Por isso, é importante manter um contacto directo com o Anjo da Guarda, e a melhor forma de fazê—lo é chamá—lo com frequência e tratar de estabilizar a aura da pessoa através de meditações e de purificações ritualísticas, de invocações, de devoções e orações.

Cada pessoa tem dois anjos protectores: o anjo que rege o seu signo zodiacal e o Anjo da Guarda pessoal, que fortifica o seu espírito e o empurra em direcção ao que é bom e o protege do que é mau. Mas cada pessoa também tem um espírito maléfico, o seu "génio do mal", que a incita a pecar, a violar as leis divinas e a destruir—se a si mesmo e a tudo o que o rodeia.

O espírito do mal opera através das fraquezas da pessoa, que agrava e multiplica, para perdição da pessoa. Expressa—se principalmente pela ira e intolerância, pelo ódio e pela vingança. Por isso, diz—se que uma pessoa que zanga com facilidade ou que tem mau carácter tem "mau génio". Este mau génio é uma referência ao espírito maléfico que perturba essa pessoa. Na tradição esotérica, este espírito é conhecido como "Habitante do limiar". É ele que tenta o seu humano e o leva à perdição; é o acumular dos baixos instintos da pessoa.

Na psicologia freudiana, o acumular dos instintos obscuros do ser humano é conhecido como Id. Jung, por seu turno, chamou—lhe Sombra. Entre o Anjo da Guarda e o Anjo do Mal existe uma luta surda contínua, em que cada um tenta guiar ou desviar a pessoa, conforme o que cada anjo rege: o bem, no caso do Anjo da Guarda, e o mal, no do Anjo Maléfico. É o próprio ser humano, pelas suas acções, que decide quem vence a batalha. Se optar pelo mal, converte—se em servidor e escravo do seu génio maléfico. Se escolhe o bem, o Anjo da Guarda purifica o seu espírito e ajuda—o a alcançar a salvação. Os antigos caldeus, que foram os criadores da astrologia, acreditavam que o espírito do bem ou Anjo da Guarda de uma pessoa reside na décima primeira casa zodiacal, e o Anjo do Mal na sexta casa.

A tradição esotérica ensina que uma forma de assegurar o triunfo do Anjo da Guarda sobre o Anjo do Mal é conhecer o nome do Anjo da Guarda, e chamá—lo pelo seu nome em caso de necessidade."

Fonte: internet

terça-feira, dezembro 28, 2010

A Lua.......

"Quando se fez noite. Olhei para a lua e sorri. E me senti a levitar como se a lua me atraísse.
Conversando com ela.
Comentei sobre nossa amizade.
A lua em soluços.
Pôs-se a chorar. Sabe o que lhe falei?
Lhe falei, que quando toco em seus cabelos.
É como acariciar mechas da mais pura seda.
Que quando olho nos teus olhos vejo o mar e a natureza que reluz em seu olhar.
E que enudesse meu coração e codifica os meus mais profundos sentimentos.
Lhe disse também.
Que um murmurar de tua boca exala palavras de conforto para um coração que sofre.
E teu sorriso reflete o carisma que habita dentro em ti.
E tuas mãos macias ao tocar em mim.
Faz-me sentir correspondida de uma grande e verdadeira amizade.
A lua então, quando seus olhos secos ficaram.
Criou uma estrela para que nossa amizade ultrapasse a barreira da vida e se faça eterna. "

Autor desconhecido
Fonte Internet

VERSOS DE FIM DE ANO...

Desejo a todos um Próspero e Produtivo Ano Novo... que o ano de 2011 nos traga muito amor, paz, luz, alegria, felicidade, trabalho, esperança, justiça, carinho, tolerância e euros (lol..lol..). Que sejamos todos muito felizes... pq a Vida é felicidade e amor incondicional :)


"Você sabia que a lua

Ainda não foi visitada?

Que há sempre uma lua nova

Dentro de outra, e encantada


É laquê vivem as graças

Que nesta quadra de ano

A gente sonha e deseja

A todo gênero humano


Mas a lua,preguiçosa,

Nem sempre atende a pedida?

A gente pede assim mesmo

Até melhorar a vida


É tempo de pesquisar no tempo

Uma estrela nova, um sorriso;

De dizer á nuvem: sê escultura

E a escultura: sê nuvem.


Tempo de desejar, tempo de pensar

Madura e docemente o bom de acontecer

(e mesmo não acontecendo fica desejado),

pássaro-mensageiro, traço

entre vida e esperança

como satélite no espaço.


Na volta da esperança

um princípio de vida:

ser outra vez criança

por toda, toda vida.


Carlos Drummond

quinta-feira, dezembro 23, 2010

Já cheira a Natal....




Natal que é Natal, obrigatoriemente tem que ter esta musica, penso que faz parte da infãncia de todas as crianças dos anos 70 e 80... quando o Pais parava para vermos o Natal dos Hospitais...

Desejo a todos um Feliz e Santo Natal com muito amor, paz, carinho, afecto, alegria, luz....que à meia-noite de amanhã os nossos corações transbordem de felicidade e de amor :)pq o nosso "Amiguinho"_ JESUS nasceu...

Vamos fazer com que o sentimento do Natal esteja presente na nossa vida todos os dias...e não apenas uma vez por ano...

A Todos Um Bom Natal

"Refrão
A todos um Bom Natal
A todos um Bom Natal
Que seja um Bom Natal, para todos vós
Que seja um Bom Natal, para todos vós

No Natal pela manhã
Ouvem-se os sinos tocar
E há uma grande alegria, no ar


Refrão
A todos um Bom Natal
A todos um Bom Natal
Que seja um Bom Natal, para todos vós
Que seja um Bom Natal, para todos vós

Nesta manhã de Natal
Há em todos os países
Muitos milhões de meninos, felizes


Refrão
A todos um Bom Natal
A todos um Bom Natal
Que seja um Bom Natal, para todos vós
Que seja um Bom Natal, para todos vós


Vão aos saltos pela casa
Descalças ou com chinelos
Procurar suas prendas, tão belas


Refrão
A todos um Bom Natal
A todos um Bom Natal
Que seja um Bom Natal, para todos vós
Que seja um Bom Natal, para todos vós

Depois há danças de roda
As crianças dão as mãos
No Natal todos se sentem irmãos

Refrão
A todos um Bom Natal
A todos um Bom Natal
Que seja um Bom Natal, para todos vós
Que seja um Bom Natal, para todos vós

Se isto fosse verdade
Para todos os Meninos
Era bom ouvir os sinos tocar.


Refrão
A todos um Bom Natal
A todos um Bom Natal
Que seja um Bom Natal, para todos vós
Que seja um Bom Natal, para todos vós"

Letra de Lúcia Carvalho

terça-feira, dezembro 21, 2010

Alma...

segunda-feira, dezembro 20, 2010

Mensagem do coração

"Ás vezes, é preciso esquecer um
pouco a pressa e prestar mais atenção em todas as direções ao longo do caminho...
A pressa cega os olhos.
E deixamos de observar tantas coisas boas e belas que acontece ao nosso redor.
Ás vezes, o que precisamos está tão próximo...
Passamos, olhamos, mas não enxergamos!
Não basta apenas olhar.
É preciso saber olhar com os olhos, enxergar com a alma e apreciar com o coração..."

Autor Desconhecido

domingo, dezembro 19, 2010

Vida nos oferecerá no futuro ...

"Podemos acreditar que tudo que a vida nos oferecerá no futuro é repetir o que fizemos ontem e hoje. Mas, se prestarmos atenção, vamos nos dar conta de que nenhum dia é igual a outro. Cada manhã traz uma bênção escondida; uma bênção que só serve para esse dia e que não se pode guardar nem desaproveitar.

Se não usamos este milagre hoje, ele vai se perder.

Este milagre está nos detalhes do quotidiano; é preciso viver cada minuto porque ali encontramos a saída de nossas confusões, a alegria de nossos bons momentos, a pista correcta para a decisão que tomaremos.

Nunca podemos deixar que cada dia pareça igual ao anterior porque todos os dias são diferentes, porque estamos em constante processo de mudança."

Paulo Coelho

quarta-feira, dezembro 15, 2010

Um minuto serve para ....

"Sorrir para o outro, para você e para a vida.
Um minuto serve para você ver o caminho,
olhar a flor, sentir o cheiro da flor,
sentir a grama molhada,
notar a transparência da água.
Basta um minuto para você avaliar a imensidão
do infinito, mesmo sem poder entendê-lo.
Em um minuto apenas você ouve o som
dos pássaros que não voltam mais.
Um minuto serve para você ouvir o silêncio,
ou começar uma canção.
É num minuto que você dará o sim que
modificará sua vida... e basta.
Basta um minuto para você apertar a mão
de alguém e conquistar um novo amigo.
Em um minuto você pode sentir a responsabilidade
pesar em seus ombros: a tristeza da derrota,
a amargura da incerteza, o gelo da solidão,
a ansiedade da espera, a marca da decepção
e a alegria da vitória...
Quanta vitória se decide num simples momento,
num simples minuto!
Num minuto você pode amar, buscar,
compartilhar, perdoar, esperar, crer, vencer e ser...
Num simples minuto você pode salvar a sua vida...
Num pequeno minuto você pode incentivar
alguém ou desanimá-lo!
Basta um minuto para você recomeçar a
reconstrução de um lar ou de uma vida.
Basta um minuto de atenção para você fazer
feliz um filho, um aluno, um professor,
um semelhante...
Basta um minuto para você entender
que a eternidade é feita de minutos."

autor desconhecido
Fonte: Internet

terça-feira, dezembro 14, 2010

Viver.....

"Viver, não é doar um pouco. . .É doar sempre.
Não é apenas suportar a ofensa. . .É esquecê-la.
Não é compadecer . . .
É ajudar, mesmo que isso se torne incómodo.
Viver, não é simplesmente sorrir. . .
É mais do que isso,
É fazer alguém sorrir.
Viver, não é medir sua ajuda,
É ajudar sem medir.
Não é ajudar somente quem está perto,
Mas estar sempre perto para ajudar.
Quem realmente vive e ama, não faz o que pode. . Faz o impossível.
Viver é sempre dizer aos outros que eles são importantes,
Que nós o amamos, porque um dia eles se vão
e ficamos com a nítida impressão de que não o amamos o suficiente.
VIVA . . .
Ame as pessoas ao seu redor,
diga-lhes o quanto elas significam para você,
perceba que a felicidade é uma coisa tão simples,
que você pode alcançá-la num só gesto,
Desde que esse gesto transmita tudo de bom que existe em você.
Desde que signifique SINCERIDADE
Desde que demonstre AMOR.
Ame as pessoas como se não houvesse amanhã ...."

Autor desconhecido_Fonte internet

domingo, dezembro 12, 2010

O Valor da Amizade....

"Você já parou para pensar sobre o valor da amizade?

Às vezes nos encontramos preocupados, ansiosos, em volta há situações complicadas, nos sentindo meio que perdidos, mas somente o fato de conversarmos com um amigo, desabafando o que nos está no íntimo, já nos sentimos melhor, mesmo que as coisas permaneçam inalteradas.

Quantas vezes são os amigos que nos fazem sorrir quando tínhamos vontade de chorar, mas a sua simples presença traz de volta o sol a brilhar em nossa vida.

A simplicidade das brincadeiras pueris, da conversa informal,momentos de descontracção que muitas vezes pode ser numa conversa rápida ao telefone, no vai e vem do dia ou da noite,no ambiente de trabalho ou de escola, enfim, em qualquer lugar a qualquer hora.

Entretanto, não existe só alegria, amor, felicidade nesta relação que como em qualquer outro relacionamento,passa por crises passageiras, por momentos intempestivos, abalos ocasionais.

Ainda que tenhamos muito carinho pelo amigo em questão,às vezes por insegurança, por ciúme, por estarmos emocionalmente alterados ou nos sentindo pressionados, acabamos sendo injustos com ele e isso pode ser recíproco.

Podemos comparar esse elo de amizade ao tempo que passa por alterações climáticas constantemente, mas é dessa forma que aprendemos a nos conhecer, compartilhar momentos, que se desenvolve uma amizade.

Diante do amigo somos nós mesmos, deixamos vir à tona nossos pensamentos a respeito das coisas, da vida, nos mostramos como verdadeiramente somos.

Há amigos que nos ensinam muito, nos fazem enxergar situações que às vezes não percebemos o seu real sentido, compartilham a sua experiência connosco, nos falam usando da verdade que buscamos encontrar.

São eles também que nos chamam a razão, chamando a nossa atenção quando agimos de modo contraditório, que nos dizem coisas que não queremos ouvir, aceitar, compreender.

Ao longo de nossa vida muitos amigos passam por ela e nos deixam saudade, mas também deixam a recordação de tudo que foi vivido.

É na amizade verdadeira que encontramos sinceridade, lealdade, afinidade, cumplicidade, simplicidade, fraternidade.

Amigos são irmãos que a vida nos deu para caminhar connosco ao longo da nossa jornada espiritual, extrapolando os limites do tempo, continuando quando e onde Deus assim o permitir. "

Autor: Sandra Quevedo Demarchi Nogueira

sábado, dezembro 11, 2010

Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas

"Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo.

E que posso evitar que ela vá à falência.

Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.

Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história. É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz deencontrar oásis no recôndito da sua alma.

É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.

Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.

É saber falar de si mesmo.

É ter coragem para ouvir um “não”.

É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.

Pedras no caminho? Guardo todas, um dia vou construir um castelo….”

Fernando Pessoa

quarta-feira, dezembro 08, 2010

AMIGOS SÃO COMO MÚSICA....

"Eles entram na vida da gente e deixam sinais.
Como a sonoridade do vento ao final da tarde.
Como os ataques de guitarras e metais presentes em cada clarão da manhã.

Amigo é a pessoa que está ao seu lado e você vai descobrir, olhando fundo, que há uma melodia brilhando no disco do olhar.
Procure escutar.

Amigos foram compostos para serem ouvidos, sentidos, compreendidos, interpretados.
Para tocarem nossas vidas com a mesma força do instante em que foram criadas, para tocarem suas próprias vidas com toda essa magia de serem músicas.
E de poderem alçar todos os vôos, de poderem vibrar com todas as notas, de poderem cumprir, afinal, todo o sentido que a eles foi dado pelo Compositor.

Amigos são músicas como VOCÊ.
Amigo tem que fazer sucesso.
Mesmo que não estejam nas paradas.
Mesmo que não toquem no rádio."

Autor desconhecido

terça-feira, dezembro 07, 2010

MÚSICA... Que sei eu de mim?...

"Que sei eu de haver ser ou estar?
Música... sei só que sem fim
Quero saber só de sonhar...

...Música... Bem no que faz mal
À alma entregar-se a nada...
Mas quero ser animal
Da insuficiência enganada

Música... Se eu pudesse ter,
Não o que penso ou desejo,
Mas o que não pude haver
E que até nem em sonhos vejo,

Se também eu pudesse fruir
Entre as algemas de aqui estar!
Não faz mal. Flui,
Para que eu deixe de pensar!"

Fernando Pessoa

Receba esse Abraço...

"Quero te dar um abraço...
Mesmo que estejas distante,
Mesmo que seja por palavras,
O meu abraço será sempre o mesmo.

Aquele abraço que sempre demos,
sem cobranças, mas para expressar
o quanto nos fazemos falta um para
o outro.

Aquele abraço de coração,consolo,
gratidão...Abraço amigo,querido,
de emoção.


Quero te dar um abraço...
Seja ele como for...
Esse abraço que cura,
que traz conforto para esse ser...

Receba esse abraço que vai com
todo o meu bem querer.
Seja ele de amizade, de amor, de carinho,
É simples, mas que cura qualquer sofrer."

Celi Luzzi

segunda-feira, dezembro 06, 2010

O mar, o amor e a eternidade...

"Compare o amor ao mar, que é grandioso em si mesmo, tem uma força ainda desconhecida, e é capaz de encantar e até matar, quem não tiver a devida atenção.

O amor e o mar se igualam na beleza, onde gente grande vira criança, os olhos brilham, o coração acelera, a vida tem outro sentido diante do amor, a beleza tem outra visão diante do mar, a vida tem outros valores diante do amor.

Assim como o mar, o amor se renova em ciclos, no mar são as marés, que elevam e abaixam as águas, no amor, são os pequenos gestos, as delicadezas.

O respeito, a admiração pelo outro, as lembranças, que vão construindo um sentimento maior que o mar, maior que o próprio amor, avançando com a idade, sendo tão generoso que abre mão de si mesmo, quando deixa de ser uma paixão, para se tornar cumplicidade.

Diante do mar, vejo as ondas no vai e vem sem fim, e posso ter esperanças, que assim como as ondas, o amor que se foi, pode voltar, ou se renovar, e assim como estou diante do mar, poderei estar diante de um novo amor, para um recomeçar, num indo e vindo infinito, como o próprio mar, como o próprio amor..."

Autor Desconhecido

domingo, dezembro 05, 2010

Somos viajantes.....

A transitoriedade da vida segundo Buda.

Somos viajantes que realizam uma viagem cósmica - partículas etéreas, girando e dançando nos turbilhões e remoinhos do infinito. A vida é eterna. Mas as expressões da vida são efémeras, momentâneas, transitórias.

Gautama Buda, fundador do budismo, disse um dia:

"A nossa existência é tão passageira como as nuvens de Outono.

Assistir ao nascimento e morte dos seres é como observar os movimentos de uma dança.

Uma vida é como o relâmpago no céu.

Corre como a água que jorra da íngreme montanha.

Parámos por algum tempo para nos encontrarmos uns com os outros, para nos amarmos, para partilharmos.

Este momento é precioso, mas passageiro.

Constitui um pequeno parêntese na eternidade.

Se o partilharmos com carinho, alegria e amor, criaremos abundância e felicidade uns para os outros. E assim este momento terá valido a pena."

Fonte: Internet

sexta-feira, dezembro 03, 2010

PROCURA-SE UM AMIGO....

"Não precisa ser homem, basta ser humano, basta ter sentimentos, basta ter coração. Precisa saber falar e calar, sobretudo saber ouvir. Tem que gostar de poesia, de madrugada, de pássaro, de sol, da lua, do canto, dos ventos e das canções da brisa. Deve ter amor, um grande amor por alguém, ou então sentir falta de não ter esse amor. Deve amar o próximo e respeitar a dor que os passantes levam consigo. Deve guardar segredo sem se sacrificar.

Não é preciso que seja de primeira mão, nem é imprescindível que seja de segunda mão. Pode já ter sido enganado, pois todos os amigos são enganados. Não é preciso que seja puro, nem que seja todo impuro, mas não deve ser vulgar. Deve ter um ideal e medo de perdê-lo e, no caso de assim não ser, deve sentir o grande vácuo que isso deixa. Tem que ter ressonâncias humanas, seu principal objetivo deve ser o de amigo. Deve sentir pena das pessoa tristes e compreender o imenso vazio dos solitários. Deve gostar de crianças e lastimar as que não puderam nascer.

Procura-se um amigo para gostar dos mesmos gostos. Que se comova, quando chamado de amigo. Que saiba conversar de coisas simples, de orvalhos, de grandes chuvas e das recordações de infância. Precisa-se de um amigo para~não se enlouquecer, para contar o que se viu de belo e triste durante o dia, dos anseios e das realizações, dos sonhos e da realidade. Deve gostar de ruas desertas, de poças de água e de caminhos molhados, de beira de estrada, de mato depois da chuva, de se deitar no capim.

Precisa-se de um amigo que diga que vale a pena viver, não porque a vida é bela, mas porque já se tem um amigo. Precisa-se de um amigo para se parar de chorar. Para não se viver debruçado no passado em busca de memórias perdidas. Que nos bata nos ombros sorrindo ou chorando, mas que nos chame de amigo, para ter-se a consciência de que ainda se vive."

Vinícius de Morais

terça-feira, novembro 30, 2010

Porque a Vida terrena é apenas uma mera passageira…

"Nunca mais serei a mesma pessoa amarga e problemática.
Vou substituir o meu temperamento ruim por uma atitude amável e aprazível.
Posso consegui-lo porque me disponho a isso.
Em primeiro lugar, devo me convencer de que sou o único dono e responsável por minha vida.
Não vou esperar de modo passivo que somente coisas boas me ocorram. Quando se apresentarem, estarei pronto para enfrentar as dificuldades.
Sou capaz; devo confiar em mim.
Responsabilizar-me-ei pelos fracassos. Por nenhum motivo, culparei a vida ou as demais pessoas por eles, nem vou castigá-las com minha hostilidade.
Quando sentir raiva por qualquer motivo, evitarei que notem.
Ninguém é responsável por carregar o peso de meus problemas.
Vou exercer pleno domínio sobre meus pensamentos, de maneira que possa ocupar-me de cada coisa no devido tempo.
Caso meus planos não saiam bem, saberei aceitar esse fato, embora não goste disso.
Sempre que estiver irritado, prometo conservar a calma.
Quem se mantém tranquilo tem maior controle sobre a situação.
Não responderei ao primeiro impulso.
Vou me conceder tempo suficiente para que me ocorra uma boa idéia.
Não posso explodir a todo momento.
Expressarei minha irritação de modo tranquilo e sincero a quem me provocar.
Deixarei de intervir diante de muitas situações alheias que não me atingem diretamente.
Os problemas diários são passageiros .
Assim, direi adeus ao costume de transformar as contrariedades da vida em tragédias. Darei a importância exata a cada problema.
Não permitirei que um mau momento me perturbe o dia todo.
Fortalecerei minha vontade para não me deixar dominar pela irritação.
Todos os dias, estarei atento a tudo o que é valioso ou que representa um motivo de alegria. Não me deterei em críticas nem em queixas.
Olharei o lado agradável das coisas e as qualidades positivas das pessoas.
Aprenderei a rir da vida, dos problemas, de mim mesmo.
Farei da alegria todo um modo de ser.
A serenidade e o bom humor serão os traços mais notáveis do meu caráter.
Para os que me rodeiam, será muito agradável serem atendidos por mim, contarem com a minha amizade ou minha companhia.
Por fim, vou me sentir realmente à vontade comigo mesmo."

Autor: María Cecilia Betancur

segunda-feira, novembro 29, 2010

Se alguma vez descobres....

"Que olho para teus olhos.
E um veio de amor reconheces nos meus.
Não penses que deliro.
Pensas simplesmente que podes contar comigo.
Se outras vezes me encontras zangado sem motivo.
Não penses que é fraqueza.
Assim mesmo podes contar comigo.
Mas façamos um trato.
Eu quisera contar contigo.
É tão lindo saber que existes,sente-se vivo.
E quando digo isso,não é para que venha correndo em meu auxilio.
Se não para que saibas.
Que tu sempre podes contar comigo."

Autor desconhecido

sexta-feira, novembro 26, 2010

Lenda Oriental

Como reeducar a nossa atitude mental.... vale a pena ler com os olhos da alma...

"Conta uma popular lenda do Oriente, que um jovem chegou à beira de um oásis junto a um povoado e aproximando-se de um velho perguntou-lhe:

- "Que tipo de pessoa vive neste lugar ?
- "Que tipo de pessoa vivia no lugar de onde você vem ?" -perguntou por sua vez o ancião.
- "Oh, um grupo de egoístas e malvados. - replicou o rapaz - Estou satisfeito de haver saído de lá."
A isso o velho replicou:
- "A mesma coisa você haverá de encontrar por aqui."

No mesmo dia, um outro jovem se acercou do oásis para beber água e vendo o ancião perguntou-lhe:
- "Que tipo de pessoa vive por aqui ?"
O velho respondeu com a mesma pergunta:
- Que tipo de pessoa vive no lugar de onde você vem ?
O rapaz respondeu:
- "Um magnífico grupo de pessoas, amigas, honestas, hospitaleiras. Fiquei muito triste por ter de deixá-las".
- "O mesmo encontrará por aqui"- respondeu o ancião.

Um homem que havia escutado as duas conversas perguntou ao velho :
- "Como é possível dar respostas tão diferente à mesma pergunta?
Ao que o velho respondeu :
- "Cada um carrega no seu coração o meio ambiente em que vive.

Aquele que nada encontrou de bom nos lugares por onde passou, não poderá encontrar outra coisa por aqui.
Aquele que encontrou amigos ali, também os encontrará aqui porque, na verdade, a nossa atitude mental é a única coisa na nossa vida sobre a qual podemos manter controle absoluto".

Infunda em si mesmo a idéia do sucesso.
O primeiro requisito essencial a todo homem para encontrar uma vida digna de ser vivida, é ter uma atitude mental positiva."

Fonte: Internet

terça-feira, novembro 23, 2010

Tu...

"Não plante ódio, que ao invés de nascer flor nascerá só espinhos.

Não fale mal, sem ter certeza porque tudo que falar pode cair sobre seu ombros.

Não inveje o que não te pertence, quem produz sempre tem o que merece.

Não critique os modos de alguém, ninguém nasce perfeito.

Aquele que poderia ser perfeito morreu à muito tempo. Se deu a cara a tapa, não vire a outra face, poderá se machucar.

Nada nessa vida é fácil! mas você pode melhorar.

Não pense que você é incapaz.

Você é capaz de muitas coisas.

Não se coloque pra baixo, quando tudo parecer perdido...acredite mais em você!

Ódio, mágoa e ressentimento só nos leva a sofrer, são sentimentos que acaba nos isolando de tudo.

Erga a cabeça, você está entre nós por algum motivo...não se sinta excluída por nada.

Se sinta importante!

Você é importante.

Alguém pode estar precisando de você!

Se sinta amada!

Você é amada.

Se você encontrar pedras em seu caminho, não desanime...retire uma a uma mas sem jogar na direcção de quem está a sua frente.

Você é uma pessoa forte.

E tem um brilho especial...

Você é especial...Acredite!

O sol nasce para todos.

E ele brilha em sua direcção."

Autor: Celi Luzzi

domingo, novembro 21, 2010

JARDIM SECRETO

"Todos têm um jardim secreto.
Uns são bem cuidados,
outros abandonados,
outros intocáveis
Mas ele está lá,
em uma dimensão pessoal,
espaço aberto e místico,
lugar de cultivo,
templo de meditação;
onde o jardineiro ganha asas
e, se entrega por inteiro,
tem, em bom tempo,
bonitos canteiros
pra seu deleite e contemplação,
garantindo sustento
e oportunidades de doação
Há mil formas de o fazer,
e todas conduzem à satisfação.
Em busca de harmonia
o céu é o que nos guia
e, chegada a hora,
erguem-se os Portais,
cada um com seus adornos,
cada qual com seus instrumentos,
para cada um seu próprio ritual.
Chegada a hora,
ergue-se ao Norte o Portal do Guerreiro;
todo azul, ladeado de
caneleiras;
nele o ar é brisa constante;
dele pende um chocalho,
que se agita na dança
e orienta à acção correcta.
Chegada a hora,
ergue-se ao Sul o Portal do Amante;
todo verde, ladeado de cedros,
e salgueiros;
nele a terra se faz presente
e, diante dele, um grande tambor
compassa a vida no ritmo do coração,
nos mantendo atentos
contando histórias.
Chegada a hora,
ergue-se a Leste o Portal do Visionário,
todo vermelho, ladeado de coqueiros
seringueiras e carvalhos;
dele pende um sino
e traz no fogo da verdade
a mais impoluta iluminação.
Chegada a hora,
ergue-se a Oeste o Portal do Sábio;
todo preto, é introspecção;
por ele flúi um rio d'agua cristalina,
que alimenta a romãzeira,
o manacá e a amoreira;
ornado de varetas e ossos,
revela no silêncio o ritmo adequado
da paciência e da perseverança.
Bem no centro
faz-se a roda do silêncio;
lugar de onde tudo contemplamos,
de tudo nos distanciamos,
e, em profunda oração,
com tudo nos harmonizamos,
com tudo aprendemos;
lógica e razão,
sentimento e emoção,
prazeres e afazeres,
gostos e desgostos.....
E, se assim crescemos,
de facto, nos fazendo melhores,
mais puros e verdadeiros,
nos fazemos, então, sábios,
visionários , amorosos e guerreiros.
O Visionário Sonha,
o Sábio indica o Caminho,
o Guerreiro define a Estratégia
e o Amante se pões a Caminhar.
Queres saber do teu jardim secreto?
Olha o de tua casa.
Entre eles existem portais de comunicação;
são, um do outro, representação?
Há casas em que o entorno
é só concreto, desolação e deserto.
Pobres seres!
Há jardins bem cuidados,
há outros abandonados,
outros desordenados
e há outros ainda intocados.
Mas o Jardim Secreto está lá,
à espera de seu Jardineiro.
Neste Jardim,
somos todo contemplação
de forças etéreas,
de luzes em mil matizes
e melodias graciosas
de encantados violinos,
que vibram suas cordas em acordes
que ecoam em nossas almas,
sondam e revelam quem somos
e quem podemos ser.
Neste Jardim,
a vida é o próprio canteiro,
as sementes, os sentimentos dela,
e quem se vê desabrochar
é o próprio Jardineiro,
que com ele sonha,
por ele vive, trabalha e zela."

João Marino Vieira

sexta-feira, novembro 19, 2010

Credo dos Optimistas....

O Credo dos Optimistas foi escrito há quase 100 anos por Christian D. Larson.

"Eu prometo a mim mesmo:

-Ser tão forte que nada poderá atrapalhar minha paz de espírito.
-Falar apenas de saúde, felicidade, e prosperidade para cada pessoa que eu encontrar.
-Fazer todos os meus amigos sentirem que há algo de valor dentro deles.
-Ver o lado positivo de tudo e fazer meu optimismo se tornar real.
-Pensar apenas sobre o melhor, trabalhar apenas para o melhor e esperar apenas o melhor.
-Ser tão entusiasmado com o sucesso dos outros quanto eu sou para o meu próprio sucesso.
-Esquecer os enganos do passado e me concentrar apenas nas maiores realizações do futuro.
-Vestir uma expressão de alegria todo o tempo e sorrir para toda criatura viva que eu encontrar.
-Direccionar todo meu tempo para me melhorar de maneira a não sobrar tempo para criticar os outros.
-Ser grande demais para preocupar-me, nobre demais para ter raiva, forte demais para ter medo, e feliz demais para permitir a presença de problemas.
-Pensar o melhor de mim mesmo, e anunciar isso ao mundo, não em palavras ruidosas, mas sim em grandes acções.
-Viver na fé de que o mundo inteiro está do meu lado, à medida em que sou sincero e verdadeiro quanto àquilo que há de melhor em mim.

Assim seja!"

Fonte: Internet

quinta-feira, novembro 18, 2010

O CAMINHO DA VIDA OU A LENDA PESSOAL

“O caminho da vida” é um tipo de fio condutor que todo o ser humano segue durante a sua existência. Podemos compará-lo ao roteiro de um filme ou também ao mapa do terreno dos condutores de rallye. Avançamos neste caminho usando um veículo particular que é o nosso corpo físico. Os orientais propõem-nos uma imagem muito interessante para este veículo e para o caminho da vida.

Dizem que somos como uma Carruagem, representada pelo nosso corpo físico e que circula por um caminho, que simboliza a vida, ou melhor o caminho da vida. Vamos ver até onde podemos levar esta imagem...

O caminho sobre o qual circula a Carruagem é um caminho de terra. Como todos os caminhos de terra tem buracos, relevos, pedras e valas. Os buracos, os relevos e as pedras são as dificuldades e os choques da vida. As valas são esquemas preexistentes que reproduzimos. Quando são profundas representam os limites a não ultrapassar para evitar um acidente. Este caminho também tem curvas, que impedem a visibilidade e atravessam, muitas vezes, zonas de nevoeiros e tempestade. São fases da nossa vida, onde nos encontramos com dificuldades para ver claramente ou para poder antecipar o que vem à frente. Esta carruagem é puxada por dois cavalos, um branco (yang,masculino) e um preto (yin, feminino). Esses cavalos simbolizam as emoções, o que nos mostra o quanto somos puxados e levados por elas.

Esta carruagem é conduzida por um cocheiro que representa a nossa mente, o nosso consciente. Possui quatro rodas, duas na frente (os braços), que dão a direcção, ou melhor, seguem a direcção dada pelo cocheiro aos cavalos; e duas rodas traseiras (as pernas) que suportam e transportam a carga. Dentro da carruagem, há um passageiro que não se vê. É o Mestre ou Guia Interior. Os cristãos chamam-no de “anjo da guarda”.

A nossa carruagem pessoal avança sobre o caminho da vida, conduzida aparentemente pelo cocheiro. Aparentemente, porque é ele quem nos guia mas é o passageiro que escolhe o destino. O cocheiro é a nossa mente e este conduz a carruagem.

A qualidade e o conforto da viagem (existência) dependem da qualidade e vigilância da condução (firme mas suave). Se maltratam os cavalos (emoções), eles vão enervar-se e até causar um acidente, da mesma maneira que as nossas emoções levam-nos, por vezes, a cometer actos irracionais e até perigosos. Se o condutor é relaxado demais, se lhe falta atenção, a carruagem vai passar nas valas (reprodução da história familiar) e seguimos então os rastros deixados pelas outras carruagens, correndo o risco, por exemplo, de cair numa destas valas.

Da mesma maneira, se o cocheiro não for atencioso, não conseguir evitar os buracos, relevos e pedras (golpes e erros da vida), a viagem será desconfortável para a carruagem, para o cocheiro e para o Guia Interior.

Se o cocheiro adormecer e não segurar mais as rédeas, serão então os cavalos (emoções) que vão conduzir a carruagem. Quando o cocheiro conduz rápido demais e não respeita os cavalos, um acidente irá fazer parar a Carruagem, o que poderá acontecer com maior ou menor violência (acidentes e traumatismos).

Às vezes, uma roda ou uma peça da Carruagem pode soltar-se (doenças), em razão da fragilidade ou porque a Carruagem passou repetidas vezes em buracos e relevos (acumulação de comportamento e de atitudes inadequadas). Temos, então, que consertar a avaria; podemos fazê-lo nós próprios (descanso, cicatrização), podemos chamar um ajudante (medicinas naturais) ou se é mais grave, podemos chamar um especialista (medicina moderna).

De qualquer maneira, será importante, não nos contentar somente com a troca da peça. Será importante reflectir a conduta do cocheiro e a maneira com a qual devemos alterar o nosso comportamento, as nossas atitudes na vida, se desejarmos evitar que as “avarias” se repitam.

Às vezes, a carruagem atravessa zonas de pouca visibilidade, ou seja, situações em que não sabemos precisamente onde vamos. Pode ser uma simples curva! Podemos vê-la e preparar-nos, antecipando sua chegada. Temos, então, que ir mais devagar, olhar em que ponto o caminho faz curva e segui-lo segurando bem os cavalos (controlar as emoções quando passamos por uma fase de mudança, desejada ou não).

Quando encontramos nevoeiro ou tempestade é, então, mais difícil guiar a carruagem. Temos que “guiar no escuro”, indo mais devagar guiando-nos pelas margens do caminho. Nesta fase, temos que ter total confiança, para não dizer confiança cega, no “Caminho da Vida” (leis naturais, tradições, fé, etc) e no Guia Interior (não consciente), para que este escolha o caminho.

São fases da vida em que nos sentimos perdidos, quando não sabemos mais para onde ir, onde não temos outra alternativa, a não ser deixar a vida mostrar-nos o caminho.

Também podemos chegar a cruzamentos e bifurcações, e se o caminho não estiver bem sinalizado, não sabemos qual a direcção a tomar.

O cocheiro (mente, intelecto) pode tomar uma direcção ao acaso. O risco de se enganar é grande, até de se perder, mais o cocheiro terá a certeza de controlar e saber tudo, escolhendo sozinho o caminho e será então maior o risco de se enganar. Desta forma, encontramo-nos no reino da “tecnocracia racionalista”, onde a razão e o intelecto acreditam poder resolver tudo. Pelo contrário, se o cocheiro for humilde e honesto com ele mesmo, perguntará ao passageiro (Guia Interior). Ele sabe onde vai e conhece o destino final! Poderá então, indicar ao cocheiro o caminho a seguir e este seguir-lo-à se for capaz de ouvi-lo. Ás vezes, a carruagem faz muito barulho, e é preciso parar para dialogar com o Mestre (passageiro). São as pausas, os retiros que as vezes fazemos para reencontrar-nos, quando, por vezes, nos perdemos.

Esta é uma imagem simples, mas que representa o que é verdadeiramente “O Caminho da Vida”.

Fonte: Internet

quarta-feira, novembro 17, 2010

"Ser "humano" tem regras, saiba quais são.....

Muito interessante e verdadeiro… para ler com os olhos da alma :)


"A orientação positiva é decisiva para se ser um "bom humano"

As diretrizes abaixo, fazem a vida funcionar melhor.

1. Você recebeu um corpo para se manifestar na vida. Pode gostar dele ou odiá-lo, mas é a única coisa que certamente manterá até o fim desta experiência de vida.

2. É certo que aprenderá lições. Está matriculado em uma escola informal, em tempo integral, chamada "VIDA NO PLANETA TERRA". Cada pessoa ou incidente que lhe cruzar o caminho, é seu Professor Universal.

3. Não há erros, apenas lições. O crescimento é um processo de experimentação. Os "fracassos" são tanto parte do processo de ensino, quanto os "êxitos."

4. As lições são repetidas até que sejam aprendidas. São apresentadas a si de várias formas, até que as aprenda: então poderá ir para a próxima lição.

5. Se não aprende lições fáceis, elas tornam-se mais duras. Problemas externos são um reflexo preciso, de seu estado interno. Quando clareia suas obstruções interiores, seu mundo exterior muda. A dor, é o meio pelo qual os instrutores universais conseguem a sua atenção.

6. Você saberá que aprendeu uma lição, quando suas acções mudarem. A sabedoria vem com a prática. Um pouco de algo é melhor do que muito de nada.

7. Não existe lugar melhor do que o "AQUI". Quando seu desejo, "LÁ", tornar-se um "AQUI", simplesmente obterá um outro, "LÁ", para desejar, que outra vez parecerá melhor que o "AQUI", e Agora.

8. Os outros são apenas espelhos de si mesmo. Não pode amar nem pode odiar algo sobre os outros a menos que isso reflita algo que ama ou odeia em si mesmo.

9. Sua vida pertence a si. A vida fornece a tela; faça a pintura. Tome conta de sua vida, ou outra pessoa o fará.

10. Você sempre receberá o que quer, ou o que teme. Seu subconsciente legitimamente determinará que energias, experiências, e pessoas atrairá; portanto, o único meio infalível para saber o que quer, ou teme, é ver o que se tem. Não há vítimas, apenas estudantes das Leis Universais.

11. Não há certo ou errado, mas sim, consequências. Moralizar não ajuda. Julgar só o prenderá a padrões. Procure fazer o melhor de si.

12. Suas respostas estão dentro de si. Quando somos crianças, necessitamos de direcção de outros; quando amadurecemos, precisamos aprender a confiar em nossos corações, onde as Leis do Espírito Santo, estão escritas.Você sabe mais do que ouviu, leu ou te contaram. Tudo o que necessita fazer é olhar, escutar, e confiar.

13. Você provavelmente esquecerá tudo isso.

14. Poderá lembrar-se, a qualquer momento que desejar."

TEXTO ORIGINAL, DE CHÉRIE CARTER SCOTT

terça-feira, novembro 09, 2010

A Alma...

"A alma, ao contrário do que tu supões, a alma é exterior: envolve e impregna o corpo como um fluido envolve a matéria. Em certos homens a alma chega a ser visível, a atmosfera que os rodeia tomar cor. Há seres cuja alma é uma contínua exalação: arrastam-na como um cometa ao oiro esparralhado da cauda - imensa, dorida, frenética. Há-os cuja alma é de uma sensibilidade extrema: sentem em si todo o universo. Daí também simpatias e antipatias súbitas quando duas almas se tocam, mesmo antes da matéria comunicar. O amor não é senão a impregnação desses fluidos, formando uma só alma, como o ódio é a repulsão dessa névoa sensível. Assim é que o homem faz parte da estrela e a estrela de Deus." _ Raúl Brandão

quarta-feira, novembro 03, 2010

Osho... Frase....

"Se você puder confiar, uma coisa ou outra sempre acontecerá e ajudará seu crescimento.

Suas necessidades serão supridas. Tudo aquilo que for necessário numa determinada época, serlhe-á dado, nunca antes.

Você somente o recebe quando precisa, e não há sequer nenhum momento de atraso.

Quando você necessita, você o recebe imediatamente, instantaneamente! Essa é a beleza da confiança.

Pouco a pouco você vai aprendendo como a existência dá a você, como a existência cuida de você.

Você não está vivendo uma existência indiferente. Ela não o ignora. Você está preocupado desnecessariamente. Tudo é provido.

Uma vez que descubra a chave de perceber isso, toda a preocupação desaparece e você vive mais feliz."


Osho



terça-feira, novembro 02, 2010

Pensamento do dia...

"Quando um VENCEDOR comete um erro, assume diz "enganei-me" e aprende a lição;

Quando o DERROTADO comete um erro , diz "A culpa não foi minha" e responsabiliza terceiros (quase sempre os mais fracos) "

autor desconhecido

segunda-feira, novembro 01, 2010

Conhecer um Ser Humano...

” O intelecto é uma faculdade que nos permite conhecer o mundo físico e um pouco do mundo psíquico, mas não mais do que isso. Por si só, ele não pode revelar-nos a verdade da vida.

Tomemos o exemplo, muito simples, de uma rosa. Conhecer uma rosa não é somente perceber a sua forma, a sua cor, o seu perfume. Uma rosa é também uma emanação subtil, uma presença que não se pode captar pelo intelecto. Conhecer a rosa é sentir todo esse conjunto de elementos que fazem dela uma rosa e não outra coisa.

Isso é ainda mais verdade em relação ao ser humano: o conhecimento de um ser humano supõe que se pode reunir, sintetizar, todos os elementos que o constituem, desde o seu espirito até ao seu corpo fisico. Enquanto não o conseguirdes, não podereis afirmar que o conheceis e possuis a verdade sobre ele. Ora, a verdade de um ser, a sua verdade definitiva, absoluta, reside no seu espírito, ela só pode ser conhecida pelo espírito.”

Omraam Mikhael Aivanhov

quinta-feira, outubro 28, 2010

Liminares para uma vida bela


"1. A principal tarefa de qualquer ser humano é fazer o seu trabalho interior. Todos os dias, faz algo de significativo para te aprofundares. Para teres mais daquilo que realmente queres na vida, primeiro tens de te tornar quem realmente és.

2. Encara a tua vida como uma fantástica escola de crescimento. Todas as coisas que vives , quer sejam boas, quer dificeis, vieram ao teu encontro para aprenderes a lição que mais precisas de aprender nessa fase particular da tua evolução enquanto pessoa. Compreende esta verdade e pergunta a ti mesmo, respondendo em função do teu crescimento pessoal :«Que opurtunidade é que esta pessoa ou situação representa?» Esta é uma grande fonte de paz interior.

3. Sê para ti mesmo verdadeiro. A melhor vida é a vida autêntica. Nunca te traias a ti mesmo. Retira a tua máscara social e tem coragem pessoal de apresentar o teu verdadeiro eu ao mundo. O mundo ficará mais rico por isso.

4. Lembra-te de que colhemos aquilo que projectamos. As nossas vidas exteriores são apenas um reflexo das nossas vidas interiores. Lança luz sobre o teu lado negro. Torna-te ciente das falsas premissas, crenças limitadoras e medos que te mantêm tacanho, e o teu mundo exterior mudará.

5. Vemos o mundo não como ele é, mas como nós somos. Aprende que a verdade, em quaisquer circunstâncias, é filtrada pelo teu vitral pessoa, o teu contexto pessoal. Limpa as janelas e limparás a tua vida. Então, verás a verdade.

6. Vive no teu coração, pois a sua sabedoria nunca mente. Segue os incitamentos silenciosos do teu coração e serás conduzido em direcção ao teu destino.

7. Encara a vida com curiosidade. Ao abdicares do controlo, criarás um espaço para que as possibilidades entrem na tua vida e a encham de tesouros.

8. Cuida de ti. Faz algo todos os dias para alimentares a tua mente, corpo e espírito. Estes são actos essenciais de auto-respeito e amor-próprio.

9. Constrói ligações humanas. Dedica-te a aprofundar os laços com as pessoas que te rodeiam. Concentra-te em ajudar os outros a alcançar os seus sonhos e preocupa-te mais com o serviço altruista, em vez de com a autogratificação. Vieste ao mundo para enriquecê-lo e estarás a trair-te a ti mesmo, se esqueceres esta verdade.

10. Deixa um legado. O anseio mais profundo do coração humano é a necessidade de viver em nome de uma causa superior a si próprio."

Retirado do livro “O Santo, o Surfista e a Executiva” de Robin Sharma

sexta-feira, outubro 08, 2010

Amizade...

Para todos os meus AMIGOS VERDADEIROS, dedico este texto de Fernando Pessoa... Obrigada por serem meus AMIGOS :)

"Um dia a maioria de nós irá separar-se.
Sentiremos saudades de todas as conversas atiradas fora,
das descobertas que fizemos, dos sonhos que tivemos,
dos tantos risos e momentos que partilhámos.

Saudades até dos momentos de lágrimas, da angústia, das
vésperas dos fins-de-semana, dos finais de ano, enfim...
do companheirismo vivido.

Sempre pensei que as amizades continuassem para sempre.

Hoje já não tenho tanta certeza disso.

Em breve cada um vai para seu lado, seja
pelo destino ou por algum
desentendimento, segue a sua vida.

Talvez continuemos a encontrar-nos, quem sabe... nas cartas
que trocaremos.

Podemos falar ao telefone e dizer algumas tolices...
Aí, os dias vão passar, meses... anos... até este contacto
se tornar cada vez mais raro.

Vamo-nos perder no tempo...

Um dia os nossos filhos verão as nossas fotografias e
perguntarão:
Quem são aquelas pessoas?

Diremos... que eram nossos amigos e... isso vai doer tanto!

- Foram meus amigos, foi com eles que vivi tantos bons
anos da minha vida!

A saudade vai apertar bem dentro do peito.
Vai dar vontade de ligar, ouvir aquelas vozes novamente...

Quando o nosso grupo estiver incompleto...
reunir-nos-emos para um último adeus a um amigo.

E, entre lágrimas, abraçar-nos-emos.
Então, faremos promessas de nos encontrarmos mais vezes
daquele dia em diante.

Por fim, cada um vai para o seu lado para continuar a viver a
sua vida isolada do passado

E perder-nos-emos no tempo...

Por isso, fica aqui um pedido deste humilde amigo: não
deixes que a vida
passe em branco, e que pequenas adversidades sejam a causa de
grandes tempestades...

Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem
morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem
todos os meus amigos!"
Fernando Pessoa

quarta-feira, setembro 22, 2010

Ser feliz... é um dever...

Mas nem sempre é possivel.... mas nunca devemos abaixar os braços... devemos sim...arregaçar as mangas e ir à procura da felicidade... com todas as nossas forças... e ai ficamos com a sensação de dever cumprido...

É difícil ser feliz; requer espírito, energia, atenção, renúncia e uma espécie de cortesia que é bem próxima do amor. Às vezes é uma graça ser feliz. Mas pode ser, sem a graça, um dever. Um homem digno desse nome agarra-se à felicidade, como se amarra ao mastro em mau tempo, para se conservar a si mesmo e aos que ama. Ser feliz é um dever. É uma generosidade. "

Louis Pauwels, in "Carta Aberta às Pessoas Felizes"

domingo, setembro 19, 2010

Elogio dos Porcos...

Quem me conhece, sabe que adoro porquinhos... e tenho muitas coisas com estas criaturas simpáticas e fantásticas...eheheh...

Deixo-vos com um texto, que no fundo, tem uma lição de moral, que me foi enviado pela minha grande AMIGA DO CORAÇÃO...


"Um agricultor coleccionava cavalos e só lhe faltava uma determinada raça. Um dia ele descobriu que o seu vizinho tinha esse determinado cavalo e atazanou-o até conseguir comprá-lo.
Um mês depois o cavalo adoeceu, e ele chamou o veterinário:

- Bem, o seu cavalo está com uma virose, é preciso tomar este medicamento durante 3 dias, no terceiro dia eu retornarei e, caso ele não esteja melhor, será necessário sacrificá-lo.

Alí perto, o porco escutava a conversa toda... No dia seguinte deram o medicamento e foram-se embora. O porco aproximou-se do cavalo e disse:

- Força amigo! Levanta-te daí, senão serás sacrificado!!!

No segundo dia, deram-lhe o medicamento e foram-se embora. O porco aproximou-se do cavalo e disse:
- Vamos lá amigo, levanta-te senão vais morrer! - Vamos lá, eu ajudo-te a levantar... Upa! Um, dois, três.

No terceiro dia deram-lhe o medicamento e o veterinário disse:

- Infelizmente, vamos ter que sacrificá-lo amanhã, pois a virose pode contaminar os outros cavalos.
Quando se foram embora, o porco aproximou-se do cavalo e disse:

- É agora ou nunca, levanta-te depressa! Coragem! Upa! Upa! Isso, devagar! Óptimo, vamos, um, dois, três, agora mais depressa, vá... Fantástico! Corre, corre mais! Upa! Upa! Upa!!! Tu venceste, Campeão!!!

Então, de repente o dono chegou, viu o cavalo a correr no
campo e gritou:

- Milagre!!! O cavalo melhorou! Isto merece uma festa... para comemorar ' Vamos matar o porco!!! '"

Reflexão:

Isto acontece com frequência no ambiente de trabalho e na vida também. Dificilmente se percebe quem é o funcionário que tem o mérito pelo sucesso, por isso saber viver sem ser reconhecido é uma arte. Se algum dia, alguém lhe disser que o seu trabalho
não é de um profissional, lembra-te: 'Amadores construíram a Arca de Noé e os profissionais, construíram o Titanic ' .

'Procure ser uma pessoa de valor, em vez de uma pessoa de sucesso ' .

terça-feira, setembro 14, 2010

A desilução...

Mais um texto para reflectir...

"Vamos pela vida intercalando épocas de entusiasmo com épocas de desilusão.

De vez em quando andamos inchados como velas e caminhamos velozes pelo mar do mundo; noutras ocasiões – mais frequentes do que as outras – estamos murchos como folhas que o tempo engelhou. Temos períodos dourados, em que caminhamos sobre nuvens e tudo nos parece maravilhoso, e outros – tão cinzentos! – em que talvez nos apetecesse adormecer e ficar assim durante o tempo necessário para que tudo voltasse a ser belo.Acontece-nos a todos e constitui, sem dúvida, um sinal de imaturidade.

Somos ainda crianças em muitos aspectos. A verdade é que não temos razões para nos deixarmos levar demasiado por entusiasmos, pois já devíamos ter aprendido que não podem ser duradouros. A vida é que é, e não pode ser mais do que isso. Desejamos muito uma coisa, pensamos que se a alcançarmos obtemos uma espécie de céu, batemo-nos por ela com todas as forças. Mas quando, finalmente, obtemos o que tanto desejávamos, passamos por duas fases desconcertantes.

A primeira é um medo terrível de perder o que conquistámos: porque conhecemos o que aconteceu anteriormente a outras pessoas em situações semelhantes à nossa; porque existe a morte, a doença, o roubo…A segunda fase chega com o tempo e não costuma demorar muito: sucede que aquilo que obtivemos perde – lentamente ou de um dia para o outro – o encanto. Gastou-se o dourado, esboroou-se o algodão das nuvens.

Aquilo já não nos proporciona um paraíso.E é nesse momento que chega a desilusão, com todo o seu cortejo de possíveis consequências desagradáveis: podem passar-nos pela cabeça coisas como mudarmos de profissão, mudarmos de clube, trocarmos de automóvel ou de casa, divorciarmo-nos… E, então, surge o desejo de partir atrás de outro entusiasmo: queremos voltar a amar…Nunca mais conseguimos aprender o que é o amor.Se nos desiludimos, a culpa não está nas coisas nem está nas outras pessoas.

Se nos desiludimos, a culpa é nossa: porque nos deixámos iludir; porque nos deixámos levar por uma ilusão. Uma ilusão – há quem ganhe a vida a fazer ilusionismo – consiste em vestir com uma roupagem excessiva e falsa a realidade, de modo a distorcê-la ou a fazê-la parecer mais do que aquilo que é.

Quando nos desiludimos não estamos a ser justos nem com as pessoas nem com as coisas.Nenhuma pessoa, nenhuma das coisas com que lidamos pode satisfazer plenamente o nosso desejo de bem, de felicidade, de beleza. Em primeiro lugar porque não são perfeitas (só a ilusão pode, temporariamente, fazer-nos ver nelas a perfeição). Depois, porque não são incorruptíveis nem eternas: apodrecem, gastam-se, engelham-se, engordam, quebram-se, ganham rugas… terminam.Aquilo que procuramos – faz parte da nossa estrutura, não o podemos evitar – é perfeito e não tem fim.

E não nos contentamos com menos de que isso. É por essa razão que nos desiludimos e que de novo nos iludimos: andamos à procura…De resto, se todos ambicionamos um bem perfeito e eterno, ele deve existir. Só pode acontecer que exista. Mas deve ser preciso procurar num lugar mais adequado."

Paulo Geraldo

terça-feira, setembro 07, 2010

Os 3 últimos desejos de Alexandre o Grande...

1_Que seu caixão fosse transportado pelas mãos dos médicos da época;

2_Que fosse espalhado no caminho até seu túmulo os seus tesouros conquistado como prata , ouro, e pedras preciosas ;

3_Que suas duas mãos fossem deixadas balançando no ar, fora do caixão, à vista de todos.

Um dos seus generais, admirado com esses desejos insólitos, perguntou a ALEXANDRE quais as razões desses pedidos e ele explicou:

1_Quero que os mais iminentes médicos carreguem meu caixão para mostrar que eles NÃO têm poder de cura perante a morte;

2_Quero que o chão seja coberto pelos meus tesouros para que as pessoas possam ver que os bens materiais aqui conquistados, aqui permanecem;

3_Quero que minhas mãos balancem ao vento para que as pessoas possam ver que de mãos vazias viemos e de mãos vazias partimos.

Pensem nisto...

terça-feira, agosto 31, 2010

Sabedoria...

"A sabedoria é grande, mas gosta de se apresentar na forma de pequenas frases.Diz muito, e diz profundo, em poucas palavras.Algumas dessas frases curtas encantam-nos.

Säo a maneira exacta de exprimir aquilo que sentíamos mas näo tínhamos sido capazes de dizer em palavras.Outras enchem-nos de luz, mostrando com evidência algo em que nunca tínhamos reparado.Outras são irritantes. Perseguem-nos e parece que mordem. Gostaríamos de nunca as ter lido. Mas säo essas, talvez, as que viräo a ter maior utilidade para nós.

E há aquelas que num dia determinado nada nos dizem, mas se mostram importantes quando voltamos a encontrá-la passado um tempo. Porque entretanto crescemos e já näo somos exactamente como éramos."

Paulo Geraldo

terça-feira, agosto 24, 2010

Familia

Sinceramente, nunca tinha lido... um texto tão bonito e sentido sobre o valor da familia mais próxima... a minha familia é assim... e eu tenho muito orgulho nisso

"Na família mais proxima, aquilo que os une está num plano imensamente superior a tudo aquilo que os possa afastar. Muito acima das discórdias, das zangas, dos amuos, dos diferentes pontos de vista. Podem as ondas enfurecidas de um mar de inverno salpicar as estrelas? Alguém ligou aquelas vidas com um nó, e a vida de um é a vida dos outros. E o sorriso de um é a alegria dos outros. E a dor de um é a dor dos outros."

Paulo Geraldo

sexta-feira, agosto 20, 2010

Já perdoei erros quase imperdoáveis.....

Para guardar no coração....

Vida...

"Já perdoei erros quase imperdoáveis,
tentei substituir pessoas insubstituíveis
e esquecer pessoas inesquecíveis.

Já fiz coisas por impulso,
já me decepcionei com pessoas
que eu nunca pensei que iriam me decepcionar,
mas também já decepcionei alguém.

Já abracei pra proteger,
já dei risada quando não podia,
fiz amigos eternos,
e amigos que eu nunca mais vi.

Amei e fui amado,
mas também já fui rejeitado,
fui amado e não amei.

Já gritei e pulei de tanta felicidade,
já vivi de amor e fiz juras eternas,
e quebrei a cara muitas vezes!

Já chorei ouvindo música e vendo fotos,
já liguei só para escutar uma voz,
me apaixonei por um sorriso,
já pensei que fosse morrer de tanta saudade
e tive medo de perder alguém especial (e acabei perdendo).

Mas vivi!
E ainda vivo!
Não passo pela vida.
E você também não deveria passar!

Viva!!

Bom mesmo é ir à luta com determinação,
abraçar a vida com paixão,
perder com classe
e vencer com ousadia,
porque o mundo pertence a quem se atreve
e a vida é "muito" para ser insignificante."

Augusto Branco

terça-feira, agosto 17, 2010

Carroça Vazia...

Deixo-vos com um belo texto, para lerem com os olhos do coração...

Fonte: Internet

quarta-feira, agosto 11, 2010

Sempre é preciso saber....

Deixo-vos com uma "mensagem" muito poderosa/realista/optimista que vale a pena ler com os olhos do coração...

"Sempre é preciso saber
quando uma etapa chega ao final.

Se insistirmos em permanecer nela
mais do que o tempo necessário,
perdemos a alegria
e o sentido
das outras etapas que precisamos viver.

Encerrando ciclos,
fechando portas,
terminando capítulos,
não importa o nome que damos.
O que importa é deixar no passado
os momentos da vida que já se acabaram.

Foi despedido do trabalho?
Terminou uma relação?
Deixou a casa dos pais?
Partiu para viver em outro país?
A amizade tão longamente cultivada
desapareceu sem explicações?
Você pode passar muito tempo
se perguntando por que isso aconteceu.
Pode dizer para si mesmo
que não dará mais um passo
enquanto não entender as razões
que levaram certas coisas,
que eram tão importantes e sólidas em sua vida,
serem subitamente transformadas em pó.

Mas tal atitude
será um desgaste imenso para todos:
seus pais, seu marido ou sua esposa,
seus amigos, seus filhos, sua irmã...
Todos estarão encerrando capítulos,
virando a folha,
seguindo adiante,
e todos sofrerão ao ver que você está parado.

Ninguém pode estar ao mesmo tempo
no presente e no passado,
nem mesmo quando tentamos
entender as coisas que acontecem conosco.

O que passou não voltará:
não podemos ser eternamente meninos,
adolescentes tardios,
filhos que se sentem culpados
ou rancorosos com os pais,
amantes que revivem
noite e dia
uma ligação com quem já foi embora
e não tem a menor intenção de voltar.

As coisas passam
e o melhor que fazemos
é deixar que elas realmente possam ir embora.

Por isso é tão importante
(por mais doloroso que seja!)
destruir recordações,
mudar de casa,
dar muitas coisas para orfanatos,
vender ou doar os livros que tem.

Tudo neste mundo visível
é uma manifestação do mundo invisível,
do que está acontecendo em nosso coração
e o desfazer-se de certas lembranças
significa também abrir espaço
para que outras tomem o seu lugar.
Deixar ir embora.
Soltar.
Desprender-se.
Ninguém está jogando
nesta vida com cartas marcadas.
Portanto, às vezes ganhamos e às vezes perdemos.

Não espere que devolvam algo,
não espere que reconheçam seu esforço,
que descubram seu gênio,
que entendam seu amor.

Pare de ligar sua televisão emocional
e assistir sempre ao mesmo programa,
que mostra como você sofreu com determinada perda:
isso o estará apenas envenenando
e nada mais.

Não há nada mais perigoso
que rompimentos amorosos que não são aceitos,
promessas de emprego
que não têm data marcada para começar,
decisões que sempre são adiadas
em nome do "momento ideal".

Antes de começar um capítulo novo
é preciso terminar o antigo:
diga a si mesmo que o que passou,
jamais voltará.

Lembre-se de que houve uma época
em que podia viver sem aquilo,
sem aquela pessoa...
Nada é insubstituível,
um hábito não é uma necessidade.

Pode parecer óbvio,
pode mesmo ser difícil,
mas é muito importante.

Encerrando ciclos.
Não por causa do orgulho,
por incapacidade, ou por soberba.
Mas porque simplesmente
aquilo já não se encaixa mais na sua vida.

Feche a porta,
mude o disco,
limpe a casa,
sacuda a poeira.

Deixe de ser quem era, e se transforme em quem é."

Paulo Coelho

terça-feira, agosto 03, 2010

Obras de Santa Engrácia...

Por todo o lado que andamos… são obras e mais obras… muitas delas não têm fim e duram… e duram… penso que devem ter pilhas alcalinas… eu, como várias ou milhares de pessoas (penso eu…), costumamos dizer que são as “Obras de Santa Engrácia”…

E pensei, para usarmos essa expressão, a mesma deve ter uma razão de ser… então pesquisei na Internet… encontrei a Lenda das Obras de Santa Engrácia que apesar de não ter tido um final nada feliz e de ser muito trágica….não deixa, de nos transmitir uma lição moral … como todas as lendas… Deixo-vos com a lenda, para que cada um, possa tirar a sua própria lição…
Lenda das Obras de Santa Engrácia

"Simão Pires, um cristão-novo, cavalgava todos os dias até ao convento de Santa Clara para se encontrar às escondidas com Violante. A jovem tinha sido feita noviça à força por vontade do seu pai fidalgo que não estava de acordo com o seu amor. Um dia, Simão pediu à sua amada para fugir com ele, dando-lhe um dia para decidir. No dia seguinte, Simão foi acordado pelos homens do rei que o vinham prender acusando-o do roubo das relíquias da igreja de Santa Engrácia que ficava perto do convento. Para não prejudicar Violante, Simão não revelou a razão porque tinha sido visto no local. Apesar de invocar a sua inocência foi preso e condenado à morte na fogueira que se realizaria junto da nova igreja de Santa Engrácia, cujas obras já tinham começado. Quando as labaredas envolveram o corpo de Simão, este gritou que era tão certo morrer inocente como as obras nunca mais acabarem. Os anos passaram e a freira Violante foi um dia chamada a assistir aos últimos momentos de um ladrão que tinha pedido a sua presença. Revelou-lhe que tinha sido ele o ladrão das relíquias e sabendo da relação secreta dos jovens, tinha incriminado Simão. Pedia-lhe agora o perdão que Violante lhe concedeu. Entretanto, um facto singular acontecia: as obras da igreja iniciadas à época da execução de Simão pareciam nunca mais ter fim. De tal forma que o povo se habitou a comparar tudo aquilo que não mais acaba às obras de Santa Engrácia."

O facto é que a construção da igreja de Santa Engrácia, situada na freguesia de São Vicente de Fora, onde é hoje o Panteão Nacional, demorou cerca de 350 anos a ficar concluída….

Dá que pensar….

segunda-feira, julho 26, 2010

"Países diferentes, leis invulgares”....

Hoje, li uma notícia no DN cujo título era "Países diferentes, leis invulgares” e fiquei a saber/conhecer coisas simplesmente estranhas… que eu pensava que não existiam… mas afinal estava enganada… Aqui fica o artigo, para que cada de vós possa tirar as suas próprias conclusões…

"Não vá de férias desprevenido. Saiba que atirar a pastilha elástica para o chão em Singapura dá multa até 465 euros.
.Para muitas pessoas, Verão é sinónimo de férias e viagens. Se escolheu viajar para fora do País, não esquecer de levar o passaporte, confirmar as reservas, certificar-se de qual a moeda utilizada no destino e ainda se é necessário visto.
Depois, além da atenção que deve dar aos objectos que leva no avião (por exemplo, na bagagem de mão não pode transportar recipientes com capacidade superior a 100 ml) deve, ainda, certificar-se de que não vigoram leis "absurdas"no local de destino.
O site skyscanner identificou várias leis fora do comum (ver ao lado), entre as quais algumas das 150 que foram recentemente introduzidas em Itália e que têm surpreendido turistas e até os próprios locais pela sua extravagância. Por exemplo, em Vigevano, perto de Milão, é proibido sentar-se à sombra de um monumento local. Um grupo de pessoas foi multado em 160 euros, cada uma, por querer refugiar-se um pouco do sol intenso.
Nos Emirados Árabes Unidos, o Dubai é conhecido como um paraíso turístico, mas isso não significa que se possa estar completamente à vontade. Nos últimos anos, muitos turistas românticos têm sofrido as con- sequências de se beijarem em público, acto que é proibido por lei. Também em Itália, em Eboli, beijar enquanto o veículo está em marcha é passíval de punição, com uma multa que vai até aos 500 euros, mais do que se por apanhado a falar ao telemóvel. Já no estado norte-americano do Alabama, ainda que o senso comum diga que não é aconselhável conduzir de olhos fechados, existe uma lei que o proíbe, não vá os condutores terem uma fé cega nas suas habilidades ao volante... Se pensa caçar ratos no estado da Califórnia, saiba que é proibido usar ratoeiras sem licença de caçador.
A cidade de Amesterdão, na Holanda, conhecida pelas suas leis alternativas, tem uma curiosidade: é proibido fumar tabaco em locais públicos, como as coffe-shops, mas a marijuana é completamente legal desde que não seja fumada na rua.
Posto isto, antes de viajar, informe-se bem sobre o país que vai visitar, para que não seja surpreendido com uma multa por, por exemplo, puxar o autoclismo depois das dez da noite!"
Boas viagens....

Ter um amigo é uma coisa sagrada...

Adorei este pensamento positivo... espero que gostem tbm....

"Ter um amigo é uma coisa sagrada para qualquer homem ou mulher; um amigo é uma alma humana em que podemos confiar totalmente; é alguém que conhece o melhor e o pior de nós, e que nos ama apesar dos nossos defeitos; é alguém que diz apenas a verdade sobre nós, ao passo que todos os outros tentam apenas bajular-nos e rir-se de nós pelas costas; é alguém que nos dá conselhos e reprimendas nos dias de prosperidade e de auto-estima; mas é também alguém que nos consola e encoraja nos dias de infortúnio e mágoa, quando todos os outros nos abandonam e ficamos a batalhar sozinhos."

Charles Kingsly

sexta-feira, julho 09, 2010

Loucos e Santos

Por mero acaso, encontrei este pequeno texto de Oscar Wilde, onde ele descreve as qualidades/defeitos dos seus amigos, e devo confessar que fiquei deliciada com as suas palavras... porque consigo rever os meus melhores amigos nestas palavras... vale a pena ler com os olhos do coração...

Loucos e Santos

"Escolho meus amigos não pela pele ou outro arquétipo qualquer, mas pela pupila.
Tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante.
A mim não interessam os bons de espírito nem os maus de hábitos.
Fico com aqueles que fazem de mim louco e santo.
Deles não quero resposta, quero meu avesso.
Que me tragam dúvidas e angústias e aguentem o que há de pior em mim.
Para isso, só sendo louco.
Quero os santos, para que não duvidem das diferenças e peçam perdão pelas injustiças.
Escolho meus amigos pela alma lavada e pela cara exposta.
Não quero só o ombro e o colo, quero também sua maior alegria.
Amigo que não ri junto, não sabe sofrer junto.
Meus amigos são todos assim: metade bobeira, metade seriedade.
Não quero risos previsíveis, nem choros piedosos.
Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade sua fonte de aprendizagem, mas lutam para que a fantasia não desapareça.
Não quero amigos adultos nem chatos.
Quero-os metade infância e outra metade velhice!
Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto; e velhos, para que nunca tenham pressa.
Tenho amigos para saber quem eu sou.
Pois os vendo loucos e santos, bobos e sérios, crianças e velhos, nunca me esquecerei de que normalidadeé uma ilusão imbecil e estéril. "

Oscar Wilde

segunda-feira, julho 05, 2010

Never Ending Story...

Decorria o ano de 2006, quando ouvi pela 1º vez a musica "Never Ending Story" do Limahl… e logo fiquei fã da musica e do filme…. Uma fantástica recordação que aqui partilho.

História sem fim

Exércitos conquistaram
E caíram no fim
Reinos ascenderam
Depois foram enterrados na areia
A terra é nossa mãe
Ela dá e ela tira
Ela nos põe para dormir e
Na sua luz nós despertaremos
Nós todos seremos esquecidos
Não há nenhuma fama infinita
Mas tudo que nós fazemos
Nunca é em vão

Nós somos parte de uma história
Parte de um conto
Nós todos estamos nesta viagem
Ninguém vai ficar
Onde estão indo?
Qual é o caminho?

Florestas e desertos
Rios, mares azuis
Montanhas e vales
Nada aqui permanece
Enquanto nós pensamos que testemunhamos
Somos parte do cenário
Esta história sem fim
Onde conduzirá?
A terra é nossa mãe
Ela dá e ela tira
Mas ela também é uma parte
Uma parte do conto

Nós somos parte de uma história
Parte de um conto
Nós todos estamos nesta viagem
Ninguém vai ficar
Onde estão indo?
Qual é o caminho?

Nós somos parte de uma história
Parte de um conto
Às vezes bonito e às vezes insano
Ninguém se lembra como começou... “

sábado, julho 03, 2010

A Rotina... o "bicho-papão"...

Hoje apetece falar da Rotina… o “bicho-papão” que todos que tenham bom senso têm medo de cair… A rotina, é algo que por vezes não conseguimos evitar, é uma “doença” que vai entrando aos bocadinhos dentro da nossa vida e quando nos apercebemos, já está instalada e domina por completa todos os nossos movimentos.

Ela arruína por completo os sonhos, as ambições, a vontade de melhorar….porque estamos sempre a fazer as mesmas coisas, muitas delas, mecanicamente sem sequer nos apercebemos como as fazemos e se vale a pena fazê-las. A rotina, torna-se o inimigo nº 1 das amizades, casamentos, relacionamentos, trabalho…, porque o ser humano tem a necessidade de fazer e experimentar coisas novas, de ser surpreendido, porque só assim aprende, amadurece e cresce.

Nós até podemos aguentar a rotina durante algum tempo, mas vai chegar um dia, que vamos explodir, porque não aguentamos mais… ai entram as depressões, os divórcios, as zangas… os despedimentos…. porque a nossa vida terrena, não se pode limitar a fazer sempre as mesmas coisas, temos que experimentar, inovar, sobressair, inventar, procurar alternativas que façam, com que, a nossa vida não se torne numa rotina, porque isso nos irá trazer dissabores e infelicidade.

Todos os dias, ao acordamos temos/devemos fazer um pequeno exercício mental:

Pensar o que podemos fazer, para tornar o nosso dia menos rotineiro e mais agradável, e tenho a certeza que iremos encontrar alguma coisa que a podemos transformar e melhor o nosso desempenho como ser humano.

Temos que acabar com a rotina, antes que ela acabe connosco…

quinta-feira, junho 24, 2010

Jardins Proibidos...

Ouvi, pela milésima vez, a canção Jardins Proibidos, que toda a gente conhece, mas devo confessar que já algum tempo que não a ouvia.

Não sei, porquê… mas hoje ouvi e senti a música de outra maneira e como tal, resolvi… partilhar a sua letra… que é deliciosa…

“Quando amanheces, logo no ar,
Se agita a luz, sem querer,
E mesmo dia, vem devagar,
Para te ver.

E, já rendido, vê-te chegar,
Desse outro mundo, só teu,
Onde eu queria entrar um dia,
Pr'a me perder.

Pr'a me perder, nesses recantos
Onde tu andas, sozinha sem mim,
Ardo em Ciúme desse jardim,
Onde só vai quem tu quiseres,
Onde és senhora do tempo sem fim,
Por minha cruz, jóia de luz,
Entre as mulheres.

Quebra-se o tempo, em teu olhar,
Nesse gesto, sem pudor,
rasga-se o céu, e lá vou eu,
Pr'a me perder

Pr'a me perder, nesses recantos
Onde tu andas, sozinha sem mim,
Ardo em ciúme desse jardim,
Onde só vai quem tu quiseres,
Onde és senhora do tempo sem fim,
Por minha cruz, jóia de luz,
Entre as mulheres. "

Música: Paulo Gonzo
Letra: Pedro Malaquias

quarta-feira, junho 23, 2010

Definitivo...

Mais um belo poema...

"Definitivo, como tudo o que é simples. Nossa dor não advém das coisas vividas, mas das coisas que foram sonhadas e não se cumpriram.

Sofremos por quê? Porque automaticamente esquecemos o que foi desfrutado e passamos a sofrer pelas nossas projecções idealizadas, por todas as cidades que gostaríamos de ter conhecido ao lado do nosso amor e não conhecemos, por todos os filhos que gostaríamos de ter tido junto e não tivemos, por todos os shows e livros e silêncios que gostaríamos de ter compartilhado, e não compartilhamos. Por todos os beijos cancelados, pela eternidade.

Sofremos não porque nosso trabalho é desgastante e paga pouco, mas por todas as horas livres que deixamos de ter para ir ao cinema, para conversar com um amigo, para nadar, para namorar. Sofremos não porque nossa mãe é impaciente connosco, mas por todos os momentos em que poderíamos estar confidenciando a ela nossas mais profundas angústias se ela estivesse interessada em nos compreender. Sofremos não porque nosso time perdeu, mas pela euforia sufocada. Sofremos não porque envelhecemos, mas porque o futuro está sendo confiscado de nós, impedindo assim que mil aventuras nos aconteçam, todas aquelas com as quais sonhamos e nunca chegamos a experimentar.

Por que sofremos tanto por amor? O certo seria a gente não sofrer, apenas agradecer por termos conhecido uma pessoa tão “bacana”, que gerou em nós um sentimento intenso e que nos fez companhia por um tempo razoável, um tempo feliz. Como aliviar a dor do que não foi vivido? A resposta é simples como um verso: Se iludindo menos e vivendo mais!!!

A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca, e que, esquivando-se do sofrimento, perdemos também a felicidade. A dor é inevitável. O sofrimento é opcional..."

segunda-feira, junho 21, 2010

É proibido...

Adorei este pequeno poema escrito por Neruda...vale a pena lê-lo com os olhos do coração e tentar reter na alma a sua mensagem....

"É Proibido...
É proibido chorar sem aprender,
Levantar-se um dia sem saber o que fazer
Ter medo de suas lembranças.
É proibido não rir dos problemas
Não lutar pelo que se quer,
Abandonar tudo por medo,
Não transformar sonhos em realidade.
É proibido não demonstrar amor
Fazer com que alguém pague por tuas dúvidas e mau-humor.
É proibido deixar os amigos
Não tentar compreender o que viveram juntos
Chamá-los somente quando necessita deles.
É proibido não ser você mesmo diante das pessoas,
Fingir que elas não te importam,
Ser gentil só para que se lembrem de você,
Esquecer aqueles que gostam de você.
É proibido não fazer as coisas por si mesmo,
Não crer em Deus e fazer seu destino,
Ter medo da vida e de seus compromissos,
Não viver cada dia como se fosse um último suspiro.
É proibido sentir saudades de alguém sem se alegrar,
Esquecer seus olhos, seu sorriso, só porque seus caminhos se desencontraram,
Esquecer seu passado e pagá-lo com seu presente.
É proibido não tentar compreender as pessoas,
Pensar que as vidas deles valem mais que a sua,
Não saber que cada um tem seu caminho e sua sorte.
É proibido não criar sua história,
Deixar de dar graças a Deus por sua vida,
Não ter um momento para quem necessita de você,
Não compreender que o que a vida te dá, também te tira.
É proibido não buscar a felicidade,
Não viver sua vida com uma atitude positiva,
Não pensar que podemos ser melhores,
Não sentir que sem você este mundo não seria igual."

Pablo Neruda

sábado, junho 19, 2010

Sorri qd a dor te torturar...

"Sorri quando a dor te torturar
E a saudade atormentar
Os teus dias tristonhos vazios

Sorri quando tudo terminar
Quando nada mais restar
Do teu sonho encantador

Sorri quando o sol perder a luz
E sentires uma cruz
Nos teus ombros cansados doridos

Sorri vai mentindo a sua dor
E ao notar que tu sorris
Todo mundo irá supor
Que és feliz "

Charles Chaplin

quarta-feira, junho 16, 2010

Relaxar tb pode ser um trabalho árduo...

Hoje, encontrei, no jornal Económico, mais uma notícia interessante e educativa… “Relaxar também pode ser um trabalho árduo de Margarida Vaqueiro Lopes

Ao lermos este artigo, ficamos com a noção exacta, do que é um viciado no trabalho em tempo de férias. As pessoas, podem serem viciadas no trabalho, por opção própria, um refúgio da ausência de vida pessoal, ou por “imposição”, porque hoje em dia, em determinados cargos, as empresas exigem disponibilidade total (24h X 365 dias).

Neste artigo, também podemos encontrar dicas/sugestões que nos ajudam a “desligar” do trabalho quando estamos de férias. As férias… estão mesmo ai… à nossa espera….

Deixo-vos com alguns excertos do artigo...

"Para muitas pessoas, estar numa praia durante um dia inteiro pode ser mais stressante do que trabalhar arduamente. Cerca de 25% da população é viciada no trabalho e tem dificuldades em relaxar nas férias, avança um estudo publicado no Wall Street Journal. Segundo um estudo do ‘site' Expedia.com, cerca de 25% da população mundial é viciada no trabalho, ainda que em diferentes graus. Só nos EUA, 53% dos trabalhadores dizem que não conseguem voltar de férias rejuvenescidos e descansados, enquanto 30% afirma que não consegue desligar-se do trabalho quando está em descanso.

Uma questão que tem sido agravada com a existência de ‘smartphones' - BlackBerry, iPhones entre outros - que permitem, com toda a comodidade, ir verificando os e-mails de trabalho enquanto se bebe uma caipirinha numa esplanada à beira-mar.

(…) Os especialistas consultados pelo ‘WSJ' salientam ainda que quando as pessoas viciadas em trabalho tentam relaxar, muitas vezes sofrem de fadiga, dores musculares, náuseas e até sintomas semelhantes aos de uma gripe. Ou seja, obrigar a pessoa a relaxar durante uma semana, na praia por exemplo, pode ser mais arrasador para ela do que dias de trabalho sem fim. (…)

Dicas para 'desligar'

O ‘WSJ' reuniu algumas dicas sobre como se pode aprender a relaxar mesmo sendo viciado no trabalho. Uma delas é tentar fazer férias diferentes, com cursos que exijam exercício físico ou mental mas que saiam da actividade rotineira.
Outra das sugestões é explicar aos colegas que vai estar mesmo ausente, o que implica não enviar mensagens de trabalho nem deixar coisas pendentes. Dessa forma consegue gerir a angústia de chegar e haver coisas fora do seu controlo.
Pode ainda definir horas certas para ver questões relacionadas com o trabalho, por exemplo, das 9h às 10h e das 17h às 18h. No entanto, durante o resto do tempo deve concentrar-se somente no lazer. “

terça-feira, junho 15, 2010

10 desculpas invulgares para chegar atrasado...

Hoje, li no jornal Económico uma notícia muito interessante, cujo título era “10 Desculpas invulgares para chegar atrasado ao emprego” de Eudora Ribeiro.

A notícia é sobre um estudo feito a várias empresas britânicas, sobre a pontualidade dos seus colaboradores e devo confessar que as 10 desculpas utilizadas, estão fortemente carregadas de imaginação e surpreendem até os mais incrédulos.

Deixo-vos com alguns excertos do artigo, espero que se divirtam (lool…) e já agora, nada de chegar atrasado ao trabalho, porque todos os minutos contam…

“ (…) Na actual conjuntura económica, onde a produtividade e o aproveitamento dos recursos estão a ser mais acompanhados de perto, os empregadores estão mais atentos à pontualidade. Segundo dados da CareerBuilder.co.uk, 39% dos chefes estão mais atentos às horas de chegada dos seus funcionários em tempos de crise do que em ciclos económicos mais saudáveis mesmo estudo revela que 15% dos empregadores diz que gostaria de despedir um funcionário que chegasse atrasado duas ou três vezes, enquanto 12% aceitaria até quatro ou cinco atrasos.

Quando questionados sobre as desculpas mais invulgares para justificar chegadas tardias ao local de trabalho, os empregadores deram as seguintes respostas:

- Houve um assalto ao banco em frente de casa
- Atraso devido às cinzas do vulcão
- Estava preocupado com a colisão iminente de um cometa contra o planeta Terra
- Um cavalo foi contra a frente do carro
- O gato ficou entalado na porta
- Houve um incêndio em casa
- O carro foi bloqueado por um veículo roubado e a polícia estava a tirar impressões digitais
- Dificuldades de adaptação às mudanças de clima na transição do Inverno para o Verão
- Alguém lhe roubou a dentadura
- Um funcionário que diz: "saio sempre à mesma hora de casa, às vezes atraso-me, outras vezes não. Não consigo compreender porquê".

O estudo foi conduzido entre os dias 29 de Abril e 7 de Maio a um universo de mais de 100 empresas britânicas."

segunda-feira, junho 14, 2010

Anjos e Demónios...

Este pequeno texto de Santo Agostinho, explica muita coisa que nos acontece e nós não conseguimos explicar, porque apenas sentimos...vamos estar mais atentos ao que nos rodeia...

"Santo Agostinho, certa vez, escreveu sobre quando foi para o deserto fazer um retiro de silêncio e foi acometido por todo tipo de visão - tanto demónios quanto anjos. Disse que em sua solidão, algumas vezes encontrava demónios que pareciam anjos, e outras vezes encontrou anjos que pareciam demónios. Quando lhe perguntaram como ele sabia a diferença, o santo respondeu que só se pode dizer quem é quem com base na sensação que se tem depois que a criatura foi embora. Se você ficar arrasado, disse ele, então foi um demónio que veio visitá-lo. Se você se sentir mais leve, foi um anjo."

quarta-feira, junho 09, 2010

Caderneta de Cromos...

Devo confessar que estou/fiquei rendida aos “encantos e desencantos” da Caderneta de Cromos.

Para quem não sabe, é um programa de autoria e apresentado por Nuno Markl (sim aquele … do “Homem que Mordeu o Cão” e do anúncio da banda larga...) que passa de 2º a 6º feira às 08:45 e 09:45 na Rádio Comercial.

Na Caderneta de Cromos, podemos encontrar os mais variadíssimos, estranhos e bizarros temas que são descritos e comentados por Nuno Markl de forma irónica, cómica, realista e sem “papas na língua”. São vários minutos de bom entretenimento e boa disposição que nos fazem recuar aos maravilhosos anos 80 e não só...

A Caderneta de Cromos existe, como não podia deixar de ser, no Facebook, aqui, podemos fazer comentários e sugestões de temas.
Eu já sou fã… e recomendo…deixo-vos com o link...

www.facebook.com/.../Caderneta-de-Cromos

Sono....

Ontem à noite, li um artigo no expresso escrito por Christiana Martins, cujo o titulo era “Insónia, um mal em expansão” e pensei para os meus botões, grande novidade...lol..lol..

Quando os problemas crescem e se agudizam, um dos primeiros sinais/alertas que afecta Ser Humano é o facto, de não conseguir dormir, porque a nossa mente está “entupida” de problemas e como tal, não consegue descansar nem abrandar o ritmo e as noites são passadas a pensar…pensar… e quanto mais pensamos…menos conseguimos dormir…e isso torna-se num ciclo vicioso… difícil de combater e superar.

O sono é um reparador natural do nosso corpo, da nossa alma, por isso, temos que o respeitar e seguir as suas regras.

Deixo-vos com alguns excertos do artigo.

“Os problemas do sono estão a aumentar. A geração que tem actualmente quarenta anos é a mais afectada. Nos Estados Unidos já é considerado um problema nacional de saúde.

Os distúrbios do sono poderão entrar para a história contemporânea como uma das características da actual geração de adultos.(…).

A síndrome da perna sem descanso (restless leg), a fadiga causada pelo desfasamento de fusos horários (jet lag) e o sono afectado pelo excesso de trabalho são algumas das patologias já identificadas. (…)

As consequências? Os inquiridos disseram sentir-se doentes, ter maior necessidade de alimentos açucarados, menor disposição para a prática de exercícios físicos e menor apetite sexual. As consequências das consequências? A prescrição de mais de 56 milhões de receitas de medicamentos para dormir, o que representa um crescimento de 7% em relação a 2007.

Como exemplo, a Salon, uma revista online, conta a experiência de Patrícia Morrisroe, crítica de cinema que publicou recentemente um livro dedicado a relatar os seus anos de luta contra a insónia, "Wide Awake: a Memoir of Insomnia". O seu percurso em busca de uma solução levou-a desde a psicofarmacologia, à meditação, clínicas de sonoterapia, passando pela hipnose ou, pura e simplesmente, à troca de colchão. No fim, diz, descobre que dormir nada mais é do que uma questão de estado de espírito.”

terça-feira, junho 08, 2010

Ser Poeta

"Ser poeta é ser mais alto, é ser maior
Do que os homens! Morder como quem beija!
É ser mendigo e dar como quem seja
Rei do Reino de Aquém e de Além-Dor!
É ter de mil desejos o esplendor
E não saber sequer que se deseja!
É ter cá dentro um astro que flameja,
É ter garras e asas de condor!
É ter fome, é ter sede de Infinito!
Por elmo, as manhãs de oiro e de cetim...
É condensar o mundo num só grito!
E é amar-te, assim, perdidamente...
É seres alma, e sangue, e vida em mim
E dizê-lo cantando a toda a gente! "

Florbela Espanca, Sonetos

quinta-feira, junho 03, 2010

Sol


Foto tirada da Internet...

O Sol está ai... e veio para ficar... com todos os seus estados...lol..lol...
Vamos aproveitá-lo... mas com moderação e sempre bem protegidos...
Viva o Sol!!!!!

quarta-feira, junho 02, 2010

Um dia...

Quando acordamos, a nossa esperança na vida renova-se... temos mais um dia pela frente... um dia que pode ser bom ou mau...só depende de nós...

"E assim, depois de muito esperar, num dia como outro qualquer, decidi triunfar...Decidi não esperar as oportunidades e sim, eu mesmo buscá-las. Decidi ver cada problema como uma oportunidade de encontrar uma solução. Decidi ver cada deserto como uma possibilidade de encontrar um oásis. Decidi ver cada noite como um mistério a resolver. Decidi ver cada dia como uma nova oportunidade de ser feliz. Naquele dia descobri que meu único rival não era mais que minhas próprias limitações e que enfrentá-las era a única e melhor forma de as superar. Naquele dia, descobri que eu não era o melhor e que talvez eu nunca tivesse sido. Deixei de me importar com quem ganha ou perde. Agora me importa simplesmente saber melhor o que fazer.

Aprendi que o difícil não é chegar lá em cima, e sim deixar de subir. Aprendi que o melhor triunfo é poder chamar alguém de"amigo". Descobri que o amor é mais que um simples estado de enamoramento, "o amor é uma filosofia de vida". Naquele dia, deixei de ser um reflexo dos meus escassos triunfos passados e passei a ser uma tênue luz no presente. Aprendi que de nada serve ser luz se não iluminar o caminho dos demais.Naquele dia, decidi trocar tantas coisas...Naquele dia, aprendi que os sonhos existem para tornar-se realidade.E desde aquele dia já não durmo para descansar... simplesmente durmo para sonhar."

sábado, maio 29, 2010

Virar a Página...

Todos nós, no percurso da nossa vida, temos momentos, onde é preciso virar a página, seguir em frente... por muito que nos custe…não é bom estarmos presos ao passado, porque assim não vivemos o presente e não sonhamos com o futuro.

O passado faz parte de nós, mas não precisa de ser o nosso centro de atenções…

Deixo-vos com a letra da música “Virar a página” dos Anjos

"Lembro-me das noites sem dormir
Das canções que ouvíamos lado a lado
Segredos e frases que então trocamos
Naquele vazio do passado
Eu sei que tudo passa
Tudo fica para trás
É como um livro que não li
Por isso eu sinto e sei que te vou esquecer
Que desta vez irei dizer
Eu primeiro
Virar a página é querer rasgar as cartas que eu te escrevi
Sei que vou sair e viver sem ti
Lembro-me da chuva em agosto
E sinto que nada é permanente
Sei que tudo muda e que tudo passa
Nunca nada é para sempre
Eu sei que tudo passa
Tudo fica para trás
É como um livro que não li
Por isso eu sinto e sei que te vou esquecer
Que desta vez irei dizer
Eu primeiro
Virar a página é querer rasgar as cartas que eu te escrevi
Sei que vou sair e viver sem ti
Por isso eu sinto e sei que te vou esquecer
Que desta vez irei dizer
Eu primeiro
Virar a página é querer rasgar as cartas que eu te escrevi
Sei que vou sair e viver sem ti
Sei que vou sair
Vou te esquecer
Sei que vou sair
Viver sem ti"

quinta-feira, maio 27, 2010

URGENTEMENTE

Nos tempos que correm é....

"É urgente o amor.É urgente um barco no mar.
É urgente destruir certas palavras,
Ódio, solidão e crueldade,

Alguns lamentos,
Muitas espadas.
É urgente inventar a alegria,
Multiplicar as searas,
É urgente descobrir rosas e rios
E manhãs claras.

Cai o silêncio nos ombros e a luz
Impura, até doer.
É urgente o amor,
é urgente Permanecer."

Eugénio de Andrade, Antologia Breve

quarta-feira, maio 26, 2010

Alegria...



Foto tirada da internet

O Sonho...

Como se costuma dizer… o Sonho comanda a vida… sem ele, a vida perde a sua graça e encanto e como ainda não pagamos impostos sobre os sonhos… podemos e devemos Sonhar…Sonhar…Sonhar…

"Pelo sonho é que vamos,Comovidos e mudos.
Chegamos? Não chegamos?
Haja ou não frutos,Pelo Sonho é que vamos.

Basta a fé no que temos.
Basta a esperança naquilo,
Que talvez não teremos.
Basta que a alma demos,
Com a mesma alegria, ao que é do dia-a-dia.

Chegamos? Não chegamos?
-Partimos. Vamos. Somos."

Sebastião da Gama, Pelo Sonho é que Vamos